quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

OLHA ELA AI DE NOVO (ASP)

Háháháhá, tava ali no boteco da esquina, ouvindo as piadas quando me interromperam e comentaram se eu sabia da nova atitude da ASP. Nova atitude; eu pensei com meus botões! Uma transa que está sendo anunciada a bom tempo. A toda poderosa ASP chega neste inicio de temporada, antes da bola rolar (eventos) é claro e manda o apitaço, lá prá fora dos estádios(litorais) em Londres. A Associação dos Surfistas Profissionais deve adotar o sistema antidoping para punir atletas que se drogam. A informação ainda não foi divulgada oficialmente, mas a novidade já surfa free pela rede da Net.

"Este movimento tem total apoio dos surfistas do World Tour. Eles querem ser tratados de forma mais profissional e acredito que este é um passo na direção certa. Temos discutido uma política sob a orientação da Agência Mundial Anti-Doping há mais de dois anos e o orçamento, aprovado pelo conselho em novembro, permite a implantação do controle já neste ano", explica Dave Prodan , novo auto falante da Associação, ao jornal inglês The Guardian na edição de 1 de janeiro.

E você sabe, jornal escândalo, sensacionalista como os londrinos, sempre vão a carga. O tal Guardião, já enumera e cita, os casos de Andy, o de Neco Padaratz, na França e o de Occy no Brasil, pego por acender UMA BAGA, segundo noticias da época (1999). Hoje em dia andamos pelas ruas das grandes capitais e só vemos nego acender bombas, charutos, finórios gigantes em plena rua. Imagina na área consagrada como Free das praias e litorais. Mas essa tomada de atitude da ASP, veremos! Sim, porque toda a tomada de atitude da entidade no momento só vira comédia.
O tal figura Pancho, que está fora do grupo de atletas do tour da ASP, parece que o sujeito agora é comentarista, já aproveitou a vala e registrou seu comentário na questão. "Acho que a cultura do surf sempre foi muito festiva. O esporte evoluiu e surfistas agora estão se tornando atletas. Isto me leva a acreditar que não há uso de drogas entre os surfistas de elite no Tour".
Entenderam então, a coisa por enquanto está em fumar mas não tragar. Preciso acionar o meu staf. Háháháhá! Primeiro vamos aguardar os comentários do Dôtor Ivo,(Surfocracia) vindo após quem se habilitar, Trombone de Vara, Divinéia, A Máfia, Surf on line, Neko, Nalu,Goiaba,Traks, S365, Aipetv,etc, etc...
Voltando a carga, vcs já viram as declarações do Bob Martinez na rede. E o Surfocracia, tá com uma análise dos tops de fumegar. Na shot da coluna, o tal Occy, enquadrado, não nas ondas, mas no uso do tabaco. Boa semana prezados!


11 comentários:

Surfocrata disse...

Pois é Castro.
Se rolar mesmo, teremos uns ou outros sofrendo crises de abstinência, tremendo e suando frio...vai vendo...
Se rolar mesmo com a WADA não tem kao, cai mesmo...
Os exemplos que citou são verídicos, mas tem outros que rolaram e não divulgam...por ex. no caso do Neco dizem que teve dois australianos que caíram no mesmo teste, mas com drogas recreativas (maconha provavelmente) enquanto Neco caiu com o remédio para coluna (provavelmente algum analgésico).
Para o Neco sobrou a punição "exemplar" e pros caras multa.
A questão do dopping é complicada, ainda mais que há substancias que comprovadamente NÃO aumentam a capacidade atlética e mesmo assim estão na lista proibida.
Por exemplo o caso do Neco, desde quando analgésicos, e relaxantes musculares ajudam em algum exercício? Se servem justamente para o efeito contrário, o relaxamento...enfim...
o surf ainda tem a pretensão de virar olímpico (será que vale? $) e seguindo esta "vontade" tem que seguir as regras do COI

Castro Pereira disse...

Putz sómente uma pessoa bem esclarecida como vc para nos jogar na vala do conhecimento e brincar, como cão e gato. Meu camarada, vc tá cheio de razão, seja de farinha da Bolivia ou da marvada planta da mata selvagem, se neguinho cair ou tomar um daqueles remédios, q eu e vc tomamos para dores musculares, podemos pagar o mico de estar DOPADOS. É só entrarmos na fila da Wada. E penso como vai ficar as multas e aplicações de regras. Neguinho perde a vaga, fica três ou quatro eventos sem surfar, assim como no futebol, ou vai rolar só multa de Grana$$$ e neguinho volta a rankear tranquillis. Imagina, se Slater pagou por ondas no Brasil, Occy não está nem aí e vai pagar para fumar. Talvez! Tbem não afirmo nada, só dou pitaco. O papo tá fumegando. Galera façam suas apostas.......

Surfocrata disse...

HEHEHE...pois é meu velho.
No caso do Neco, pelo o que ele mesmo falou naquela entrevista que deu ao Julio Adler da Hardcore, rolou uma certa pressão da França junto a operosa ASP para que a punição fosse exemplar. Tentaram acabar com a carreira dele ali, mas o catarina voltou ripando tudo, e só conseguiram tirar ele do tour pelo ct e de forma vexatória e vergonhosa (quem duvida, basta pegar os vídeos das baterias do Neco do primeiro semestre de 2010).

Se for seguir as regras da WADA, salvo engano, de cara o cara é suspenso preventivamente, em seguida uma vez comprovado o doping, acho que a pena mínima é de um ano de suspensão...ou seja, perde a vaga...se rolar, dará pano pra manga, principalmente se o cara for um dos queridinhos do tour...

Falando em perder pontos, tu viu que rolou com nosso amigo uruguaio de garopaba, Marco Giorgi? Aparentemente, simplesmente porque perdeu o prazo para confirmação de alguma inscrição burocrática na ASP o rapaz perdeu TODOS os pontos conquistados, algo como 2 anos de trabalho perdido, é mole? Cadê o advogado do gringo? isso não pode ficar assim...

O lance do Occy aqui no RJ foi bem ridículo, eu tava na praia do Arpex no dia. As ondas estavam sumindo a cada minuto que passava então estavam adiantando todas as baterias para conseguir terminar o evento com algumas merrecas e o Occy mal saiu da semi tinha que entrar na final, alguém estava dando um 2 nas pedras, esticou o braço e entregou a baga pro campeão, que deu um tapa do lado do policial, que não perdeu tempo e deu voz de prisão pro malandro (o famoso, claro, porque o dono da baga ficou ali olhando tudo) e deu no que deu...valendo salientar que a legislação sobre maconha na Austrália é extremamente liberal. (Já dirigir embriagado é cadeia lá...mais lógico, não?), ou seja, Mark nem sabia que estava contra lei naquele momento.

abção

Castro Pereira disse...

É isso campeão! Ivo, o caso do Occy no Rio, foi comédia nacional e internacional e deu midia(claro). Mas voltando ao problema rankings e pontos e multas e suspensão, que batata vai assar legal, se isso não for bem estipulado e apresentado. Claro que tudo deve ser feito dentro das normas que regem o Rulebook. Que regem??? É coisa para neguinho não ficar na situação do Giorgio, ou pagar uma patada dessa. Pode ser até que esteja se abrindo uma nova área aos senhores Dôtor. A área do Direito esportivo, que já deve haver, mas especifica para o surf. Vamu filmando....abçs

trombonedevara disse...

pois é, sobre esse anti doping ae eu nada vou declarar.. vou ficar nessa.. caladin caladin..

so filmando...


mas sobre esse lance do Marco Giorgi ae po, nao pode nao, se ele vacilou blz, mas agora que ja se ligou do vacilo, que pague as taxas multas etc e tudo mais e pronto, tudo resolvido!

E o texto que o surfista Warwick Wright escreveu sobre o Neco? Falando que o Neco tomou um LSD antes da bateria? Viram essa?

nao achei o link, mas vou procurar melhor depois

trombonedevara disse...

demorei pra achar pq eu tava procurando dentro do blog do warwick, mas na real tava em outro lugar, vai o link ae

http://www.mahala.co.za/culture/so-long-cowboys/

Castro Pereira disse...

Galera Trombonera, como vão ficar caladin,...q por...nenhuma, aciona o trombone, ora bolas. Vcs são a base com diferencial de opinião, compreenderam. Mas quanto ao comédia Warwick, é q teve uma época q os brasa só tomavam LSD e infernizavam o tour, além de arrebentarem nas ondas. Claro sobrou quente p/o Padaratz. Importante debatermos esta parada porque o ano tá só iniciando e a coisa vai tomar outras proporções na medida que os eventos começarem, a gritaria será geral se for oficializado. Então queremos saber como e de que forma SERÁ oficializada a transa, o ANTIDOPING!

trombonedevara disse...

olha.. por enquanto fico caladin viu.. vou so falar umas coisinhas que vi no tuiter,
uma coisa foi uma pergunta bem interessante..

sera que os chefes e CEO's das grandes marcas vao ter que fazer o ANTIDOPING tb??

e outra foi engraçada. heheh
tao falando que Photoshop pra modelos tem que ser considerado doping hehehe!!

Surfocrata disse...

assunto é o que não falta nesses dias brazzos em campeonatos, hein?

Bom, eu já tinha lido esse texto do Warwick (que venceu em Noronha, lembram?), e vou te dizer que não duvido nada...inclusive dizem que o teste do Neco na França não acusou apenas o remédio pras costas, acusou outros elementos proibidos...como não divulgaram nada, fico com a versão dele, que foi o único que apresentou sua versão até agora...

E discordo totalmente do texto do maluco, que acha que pra ser maneiro, pra ser "herói do surf" ter que ser doidão, tem que virar a night e ir pro campeonato zoado...
Engana-se o sul africano ao achar que os figuras de hoje que tiram onda de bom moço nos eventos, com bolas de alongamento e etc, não são usuários de substancias pra lá de proibidas fora dos holofotes...

A parte positiva do anti dopping reside justamente ai. A lisura competitiva, saber que o adversário esta na mesma condição que vc. Até pro torcedor, ter essa garantia, é um bonus para o espetáculo...

A parte negativa, como disse em outro comentário, é a proibição de substancias que comprovadamente NÃO ajudam no esporte...bem como a punição exagerada independente da substancia encontrada.

um exemplo: sou totalmente a favor da Lei Seca. Salvou incontáveis vidas, especialmente aqui no RJ, onda as autoridades viram um verdadeiro caça níquel dando mole, e há alguns anos fazem a rapa nos motoristas da cidade.
Contudo, sou extremamente contra o texto da Lei, que impõe determinado limite etílico no sangue e não distingue devidamente aquele bebedor social, que ainda esta em condições de direção daquele maníaco que não consegue nem andar, quiçá dirigir. Se temos tecnologias como o bafômetro, porque não "humanizar" o teste e verificar efetivamente a capacidade do motorista e não apenas multá-lo sob a ótica fria da norma...

digo o mesmo do antidoping, então o cidadão esta com um problema da saúde e não poderá resolve-lo, já que a medicação, mesmo que não promova aumento de capacidade para atividade física, esta relacionada entre as substancias proibidas...
há de se ter racionalização do teste, buscando não só a lisura do esporte, mas justiça em cada situação que se apresente...

abç

Castro Pereira disse...

Caracas, q ôlho clinico Dôtor Ivo. Interessante sua observação, sobre o sujeito e tal, estar em igual condição de peleja, um com o outro. Isso é até honestidade, coisa que parece ser tirada do baú, hj em dia. Porque se neguinho, puder tirar um pouquinho só de vantagem numa bateria, há que ele vai tirar, vai! Então existe pontos positivos nessa tramóia da ASP. Embora ela vá EXIGIR UM CERTO GASTO $$$ que nem sei quem vai pagar. Por enqto deverá vir dos bolsos de associados. Certo ou errado. Mas a TROMBONERA tá me saindo, a francesa. Vão se catar galera, e logo eu que acredito em vcs. Vão falar em alto e bom tom. A TRANSA FERVE AINDA. AÍ ó vcs ouviram a nova músiquinha do Caetano??? NEGUINHO! Então ouçam. Vão gostar.....Háháháhá, aki no sul o calor mata, parece nordeste. É mole!

Surfocrata disse...

Po Castrão, o custo será pesado sim, será dos associados e dos sócios (billa, rip e quick).
Os ganhos podem ser mto maiores na real. Basta virar esporte olímpico, e começarem a receber verba do COI...
Por mais malucos que os dirigentes do surf sejam...cartola que é cartola só se importa com o próprio bolso e todas os pontos tem algum nó visando lucro...
vai vendo...