sábado, 5 de maio de 2012

MEDINA E O NIKE LOWERS PRO


Gabriel Medina, campeão do evento da terra dos ianques. Mais um brasillis que vai ter seu rosto no hall da fame, na próxima temporada deste evento. Prezados, a coisa pegou fogo após as quartas. Era só Medina, Medina, Medina, Medina, the best surfer the world e outros papos mais, que os loucutores pronunciavam. Enquanto o nosso muleke, puxava as palavras em engrish, para o entrevistador, ao mesmo tempo aproveitava para mandar akele alô aos indios aqui no país. Mas Medina, confirmou o que ele mesmo procurava, "o Titulo". Cacilda, o sol brilhava por lá, mas sei que a friaca imperava e o samba brasuca, atordoava os gringos. Tanto nas areias como dentro dágua. O menino sambou, já está escolado, sabe se comportar quando dão brecha. Não vê o Reynolds, abriu as pernas, e o Bucha, patrocinado pela Hurley, escorregou facinho. Ele respeitou até o outro querido da terra do Tio Sam, o tal de Simpson, que tomou uma dura de Gabriel. As maiores pontuações neste evento foram de Medina. Com o Bucha, o menino quase chegou aos 20 e com o irlandes, Hall, a coisa ia mais acima.

Importante é nós aqui fazer o mundo saber que tá tudo dominado. Calma, calma, calma meus senhores, pelo menos neste Nike Lowers Pro. Primeiro: abrindo a cena nesta década, MIGUEL PUPO, outro garoto vencedor, que mostrou um novo caminho aos brasos no exterior, de que era possivel, passar o rodo na tribo. Venceu o evento em 2011 com categoria e respeito. Isso claro, sem falar na baderna dos bastidores, que era dos indios de Cabral. Agora como os aussies, mais uma vez podemos exclamar; "MUNDO AQUI VAI GABRIEL".

Agora finalizando aqui, meus qiridos eu assisti ao vivo, sou testemunha ocular, junto com o Ivo, Adler, Edinho, Levy, Maurio, Bira Schauffert, Dadá e muitos outros, na Zimba, ano passado, para mim o inicio da caminhada do Medina. Eu registrei e confidenciei para o Surfocrata, bicho o Senhor dos Titulos, que se cuide. Esse neguinho, vai entrar na bateria com o Kellinho e como bom muleke, vai voar, dar porradão nas junções e atirar água até na sobrancelha do tio. Foi só o moleque entrar para o circo e na prima temporada, mostrou a façanha com o Senhor dos Titulos, de coadjuvante. É mole! É brasileiroooooo com muito valorrr. É isso prezados. Logo eu posto uma divagação que eu tive assistindo, Richards e Potz e Kechele, dizendo que para bater o Slats só o Andy, o figura porra louca aquele. E que eles é que puxavam o tour. Caracas, os caras não olhavam para o futuro com bons olhos. Agora é aguardar e assistir o garoto no Rio. Bom findi a todos e fiquem com Deus.

2 comentários:

Banalidades Frutíferas disse...

Isso aí, Castrinho, o Medina está fora das medidas!!!! Abração

Castro Pereira disse...

Valeu, tamos junto. É Medina na cabeça.E o Minero pode sair do Brasa como lider. Show!